Phishing: como garantir a segurança de seu site

5G: o caminho mais veloz para o futuro
5G: o caminho mais veloz para o futuro
5 Setembro, 2019
Mostrar tudo

Phishing: redobrar a atenção para evitar golpes

O Phishing consiste em uma prática fraudulenta que ocorre no meio digital, onde cibercriminosos visam descobrir, por meios ilícitos, informações confidenciais sobre alguma pessoa ou instituição. Em português, o termo “phishing” (variação de fishing) significa “pescaria”. Na internet, essa expressão equivale a jogar uma isca para saber se algum internauta cai no truque.

Um tipo comum de Phishing é quando hackers se passam por uma empresa através de e-mails, sites, mensagens de texto, com o objetivo de obter informações sigilosas, dados pessoais, contas bancárias ou o número de cartão de crédito de alguma pessoa.

Geralmente, estas mensagens contêm design e linguagem similares às empresas verdadeiras, em prol de tornar o golpe ainda mais convincente. Por conta destas semelhanças, muitos acabam não reparando nos detalhes e passam informações confidenciais aos criminosos.

Outro tipo de ataque comum no mundo do Phishing é por meio da instalação de malwares. Ao clicar em um link com vírus, automaticamente é instalado um software malicioso no computador, smartphone ou tablet de quem o acessou. Este programa infectado pode apontar ao seu desenvolvedor quais foram as teclas digitadas para inserir os dados de acesso a um sistema ou até mesmo os número de um cartão de crédito e sua senha.

 

Como evitar o Phishing?

Apesar de recente queda no número de casos de Phishing, esta prática ainda requer atenção. Por se tratar de um envio aleatório, não existe uma forma de interromper seu recebimento. O que pode ser feito para não ser fisgado é redobrar a atenção com todo o conteúdo que lhe é encaminhado por e-mail, SMS ou até pelas redes sociais.

Um dos cuidados a se tomar é não repetir senhas. Ou seja, para cada acesso, por mais difícil que seja sua memorização, é importante que cada um tenha seu login e senha diferentes. Manter o sistema operacional, antivírus e softwares de segurança sempre atualizados também contribui para uma navegação segura.

Vale lembrar que dificilmente uma instituição financeira encaminhará uma mensagem pedindo a senha de qualquer serviço. Logo, se algum dia receber uma mensagem que peça para inserir uma senha, seja para atualização de segurança ou mera atualização cadastral, duvide do conteúdo da mensagem e procure entrar em contato com o órgão emissor legal do comunicado.

Já para os sites, o melhor que se pode fazer para passar segurança aos seus clientes e visitantes é investir em certificados digitais. Certificados SSL são protocolos de segurança que garantem a troca de dados entre computadores por meio de encriptação das páginas. O resultado pode ser visto ainda na URL do site, ao exibir o ícone de um cadeado e um “s” logo após o tradicional protocolo http.

A YCORN fornece planos de proteção com a máxima segurança por preços acessíveis. Além de garantir uma navegação protegida, esta ação ainda aumenta a confiança na marca e deixa o cliente mais seguro na hora de fazer negócios. Confira nossos planos.

 

Quer entender melhor o conceito de algumas das companhias de maior sucesso do meio digital de hoje? Confira nosso texto sobre Economia Compartilhada. O próximo negócio de sucesso na rede pode ser o seu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *